Saiba os benefícios de fazer pilates

Além da alimentação saudável é muito importante que você faça atividades físicas que auxiliam seu corpo a melhorar ainda mais e se manter em dia!

O Pilates pode ajudar muito nessa questão, mas antes de saber alguns benefícios, você sabe o que é o pilates?

Pilates é uma forma de exercício, desenvolvido por Joseph Pilates, que enfatiza o desenvolvimento equilibrado do corpo através dos núcleos força, flexibilidade e consciência, a fim de apoiar movimentos graciosos e eficientes.

Por isso, juntei alguns benefícios de fazer Pilates, confere ai:

Concentração – o objetivo desse princípio é a total concentração no movimento que está sendo realizado para garantir que este seja desenvolvido com a maior eficácia possível;

Controle – o controle do movimento visa um padrão suave e harmônica sempre se concentrando no exercício proposto assim visando aprimorar a coordenação motora e evitando contrações musculares desnecessárias;

Precisão – ele é fundamental para a qualidade do movimento e realinhamento postural, assim controlando o equilíbrio dos diferentes músculos que estão sendo trabalhados no movimento;

Centro – mais conhecido como power house é o foco de todos os exercícios do método, pois o fortalecimento dessa musculatura proporciona a estabilização do tronco e um alinhamento com menor gasto energético aos movimentos;

Respiração – o método enfatiza a respiração e é o fator primordial no início do movimento, e tem sempre que estar sincronizada com a realização dos movimentos;

Fluidez – o objetivo desse princípio é dar leveza ao exercício, com movimentos controlados para que não haja impacto pesados no começo nem no final de nenhum exercício.

E ai, curtiu esse posts? Não esqueça de conferir nossos últimos posts no blog:

 

5 dicas para começar sua dieta agora mesmo!

Começar uma dieta é muito doloroso, todos nós sabemos disso.  Mas colocar na mente que isso pode ajudar na sua saúde é o principal. Então você quer começar agora? Então se liga nessas 5 dicas que eu separei hoje:

1 – Crie Metas: metas são importantíssimas para qualquer objetivo na vida. Se você criar pequenas metas no fim de um ano terá conseguido alcançar vários resultados e com toda a certeza estará mais perto dos seus objetivos de perder ,1,5,10 ou 30 Quilos. Como você já sabe tudo tem começo e se você planejar conseguirá resultados bem mais rápido.

ReasonableHomelyKid-size_restricted

2:- Anote o que Come: pode parecer loucura. Mas vale muito a pena. Você deve anotar o que come para inspecionar a si mesma(o) e saber quais os alimentos que devem ser incluídos e eliminados do seu cardápio para que consiga perder peso com saúde e grátis (apenas mudando hábitos).

b

3- Crie novos obstáculos a cada semana: Você deve analisar os objetivos criados por você e sempre renovar. Você deve ter cautela e criar objetivos realistas e com inteligência. Não tente fazer loucuras para não atrapalhar o funcionamento do seu corpo e sua perda de peso.

e

4- Beba Água: Se manter hidratada(o) é extremamente importante para você que deseja perder peso. Estudos comprovam que beber água pode ajudar a perder peso e ainda diminuir a quantidade de calorias ingeridas durante todo o dia. Beba muita água. Indico 1 copo de 200 ml a cada hora (mais que isso o corpo não consegue absorver).

xTiTnEhJGyXYDj6sF2

5 -Pratique Atividade Física Regularmente: Esta é sem dúvida uma das melhores dicas para quem deseja perder peso. Pratique atividade física para queimar calorias, inibir a flacidez do corpo e ainda manter a boa forma. É bem difícil perder peso sem praticar atividade física.

capa7minutos_770x433

E ai, curtiu algumas dicas? Não esqueça de conferir nossos últimos posts no blog:

Perca peso com a dieta Mediterrânea

A Dieta Mediterrânea é composta, basicamente, por alimentos frescos e naturais, como azeite de oliva, frutas, legumes, cereais, leite e queijo. O principal objetivo, além de criar uma alimentação saudável, é fazer com que se evite o consumo de alimentos industrializados.

Emotional-Stages-Being-Diet-1

A Dieta do Mediterrâneo, como também é conhecida, ajuda a mudar o estilo de vida e nem sempre é necessário se alimentar com poucas calorias, já que ela naturalmente melhora o metabolismo e favorece o controle de peso.

Aumentar o consumo de frutas e verduras é importante neste modelo de alimentação, pois estes alimentos irão fornecer ao organismo, fibras, vitaminas e minerais, além de ajudar na sensação de saciedade. Para diminuir o consumo de gorduras, opte por leite desnatado e derivados como iogurte natural e queijos brancos (minas, ricota e cottage). Uma boa fonte de proteínas são as carnes vermelhas, mas os cortes devem ser magros. Evite os pedaços gordos e tente restringir o consumo para uma vez na semana. Ao mesmo tempo, aumente o consumo de peixes, frango e ovos.

A bebida mais indicada para matar a sede na dieta mediterrânea é a água. E você também pode optar pela água saborizada ou aromatizada, adicionando limão, laranja, hortelã ou gengibre.

xTiTnEhJGyXYDj6sF2

Ao adotar a dieta mediterrânea como estilo de vida, é possível que você diminua o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças degenerativas. Além de proteger o corpo da aterosclerose e trombose, entre outros benefícios!

Saiba como a Batata doce te ajuda eliminar barriga!

Pode acreditar que algo que tenha a palavra doce no nome ajude a perder peso. Pois a batata doce,  te ajuda a eliminar os quilos a mais com muita doçura.

Diante desses grandes benefícios, ninguém deixará de comprar a tão famosa batatinha doce, não é mesmo?

Algumas complicações da batata doce:

Como todo alimento, seu uso em exagero, ou errado, pode ser maléfico a saúde. Além de poder ser prejudicial a uma pessoa, se por algum motivo de doença, ou genética, seu organismo pode não se adaptar.

O ideals sempre, é procurar um médico e fazer todos os exames, para saber se realmente  existe alguma predisposição a alguma doença, que impeça o seu consumo.

Tendo ou não problema de saúde, o seu próprio médico, saberá a quantidade que realmente poderá consumir, pois é muito importante levar em conta, o seu estilo de vida, se pratica ou não exercícios, se tem um metabolismo mais rápido, normal, ou lento.

Dos riscos que podem ser causados é, uma hipoglicemia, ou hiperglicemia, se consumida erradamente e sem uma alimentação complementar, engordar, se ingerida em excesso ou em forma de fritura, além de anemia e desidratação, por ter uma quantidade minima de ferro e de alguns minerais.

Batata doce pode emagrecer mesmo?

É rica em nutrientes benéficos para o corpo, se associada à prática regular de exercícios físicos, suplementos, a batata doce contribui com a perda de peso e auxilia o organismo a manter  massa magra.

O carboidrato presente na maioria dos nossos alimentos, como na batata comum, é considerado prejudicial se ingerido em grande quantidade, isso porque possui alto nível de açúcar e provoca a formação de gordura no corpo.

A batata doce é composta por um carboidrato especial, também chamado de carboidrato complexo. Sua estrutura química e o tamanho das suas moléculas são maiores que o convencional e fazem com que ele seja absorvido pelo organismo lentamente, liberando o açúcar no corpo em pequenas doses e prologando a sensação de saciedade do individuo.

A maneira correta de como a batata doce é prepara também pode influenciar no resultado esperado ao seguir uma dieta.

Fritar a batata aumenta o índice calórico do alimento em pelo menos três vezes, portanto, consuma cozida ou assada para não correr o risco de aumentar gordura.

Uma super dica é enrolar a batata doce em um papel alumínio e levar ao forno para não haver adição de gordura, a quantidade ideal deve ser definida por um nutricionista ou especialista, já que é necessário considerar o seu peso e a frequência com que pratica atividades físicas.

Não esqueça de comentar com o que você gosta de comer batata doce e também de ler os últimos posts:

 

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Alimentos para prevenir a asma alérgica

O que não pode faltar na sua alimentação no verão

Verão é sempre bom, principalmente, na praia. Nós sempre somos lembrados de passar protetor solar, usar boné e óculos de sol. Porém a alimentação pode ser uma grande aliada para manter sua saúde em dia neste verão.

giphy

Confira algumas dicas agora:

Alface

A salada é item indispensável em qualquer época do ano, especialmente no verão. Se para você não pode faltar alface no prato, uma ótima notícia: a clorofila e os flavonoides presentes nesse vegetal agem em conjunto para reduzir o excesso de líquido no corpo, o que faz com que ele desinche.

Couve

Se você usa as altas temperaturas para abusar um pouco mais dos drinks, não deve deixar de consumir couve. O vegetal, além de limpar o intestino, ainda protege o fígado dos efeitos nocivos das bebidas alcoólicas no organismo.

Cenoura

Você já percebeu que alguns óleos bronzeadores contêm cenoura na composição? Isso porque a raiz é rica em betacaroteno, responsável pela produção de melanina, o que garante o desejado bronzeado. O alimento ainda hidrata a pele, o que é essencial especialmente para quem não dispensa uma piscina ou mar.

Frutas Cítricas

Abacaxi, limão, laranja e outras frutas cítricas não apenas refrescam como também são ótimas opções para deixar a pele firme, longe das indesejadas celulites. Isso porque elas são ricas em vitamina C, um nutriente essencial para a síntese do colágeno. Mas cuidado para não manusear essas frutas enquanto se expõe ao sol, para evitar queimaduras e manchas.

Melancia

A fruta é composta predominantemente por água, o que é essencial para evitar a desidratação, tão comum nessa época. Além disso, o licopeno, molécula que confere a cor avermelhada à fruta, protege a pele contra os malefícios dos raios ultravioletas.

Água

Lembre-se sempre da importância de se manter hidratado durante todo o dia. Como há uma grande perda de fluidos e nutrientes por meio do suor, beber água é essencial para essa reposição, evitando problemas como fadiga, desidratação, entre outros. Procure beber ao menos dois litros de líquidos diariamente.

Fonte: https://www.jasminealimentos.com/alimentacao/alimentos-para-verao/

Não esqueça de comentar qual seu alimento preferido no verão e também de ler os últimos posts:

 

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Alimentos para prevenir a asma alérgica

Alimentos para prevenir a asma alérgica

Asma ou qualquer doença alérgica é algo que incomoda muito, principalmente a rinite. Mas você sabia que há alguns alimentos podem ajudar no combate delas?

Claro que apenas a alimentação não ajuda a controlar a asma porque esta doença não tem cura e por isso também deve ser controlada com o uso diário dos medicamentos

sintomas-rinite-3

Então segundo o site Tua saude, montei essa listinha do que comer e não comer, já aproveitando que estamos entrando no verão e é sempre bom buscarmos alimentos frescos. Vamos a lista de alimentos que ajudam na asma alérgica

O que você pode comer?

Atum, sardinhas e salmão

pasted image 0

Semente de Perila, Chia e Linhaça

dsad

 

Alho e Cebola
pasted image 0
Mas o que as pessoas asmáticas deve evitar de vez em quando?

O asmático deve evitar o sal e alimentos muito gordurosos e industrializados como carne vermelha, frituras e salgadinhos porque estes alimentos estão associados com baixas defesas no organismo que dificultam o corpo a combater a asma.

Curtiu essas dicas? Claro que é sempre importante consultar um nutricionista ou especializado na área.

Não esqueça de comentar qual seu alimento preferido no verão e também de ler os últimos posts:

 

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Palestra no XII Sul Gastro 2018

 

 

Tendências de nutrição em 2019

Carnes, insetos ou bactérias funcionais, estas vão ser as principais tendências alimentares para o ano de 2019. Conheça o top 10, segundo a Benchmark, consultora americana na área da hotelaria.

Vamos para as dicas:

Chás – Chá de pressão ou em shots pode ser algumas das formas inovadoras de tomar esta bebida.

cha-de-ervas-para-pressao-alta_14087_l

 

Carne alternativa – Novos tipos de carne ou cortes vão começar a fazer parte do menu de vários restaurantes.

unnamed

Bactérias funcionais – Estas bactérias podem ser consumidas em kimich, pickles ou em forma de creme, iogurtes.

pasted image 0

 

Insetos comestíveis – Os insetos já são consumidos em várias partes do mundo e podem ser um bom substituto da carne. Também reduzem a pressão ambiental provocada pela produção pecuária.

pasted image 0

Vegetarianismo– Os restaurantes vão ter cada vez mais espaço nos seus menus para pratos vegetarianos.

pasted image 0

Curtiu essas tendências? Não esqueça de comentar qual dessas tendências acima você prefere!

Ah, e não esquece de ler nossos últimos posts

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Como cuidar da obesidade na adolescência?

Como cuidar da obesidade na adolescência?

A Obesidade na adolescência dê uma atenção! Nos últimos anos trouxeram um aumento expressivo nos casos de obesidade na adolescência. Somente no Brasil, o número de casos cresceu nos últimos 20 anos. É um problema grave que precisa urgentemente de atenção.

obesidade

Podemos dizer que os adolescentes estão dentro de um grupo de alto risco nutricional. Eles comem muito, em geral, mas ingerem os alimentos errados. Além de inúmeras doenças que acompanham a obesidade, como diabetes, hipertensão, dermatites, problemas posturais e dores pelo corpo por conta do excesso de peso.

Quando sofremos com a obesidade na adolescência, nossa autoestima é diretamente afetada. Há diversos registros de casos de depressão em consequência da obesidade.

Causas da obesidade na adolescência

A obesidade tem diversas causas. Dentre seus fatores predisponentes estão:

  • Fatores genéticos: filhos de pais não obesos têm 9% de possibilidade de se tornarem obesos, enquanto que se um dos pais for obeso a chance sobe para 40% e se ambos os pais forem obesos, para 80%
  • Fatores individuais: cada indivíduo tem suas próprias características de metabolismo, com maior ou menor capacidade de ganhar ou perder peso
  • Fatores ambientais: têm grande influência na obesidade do adolescente, geralmente consequente ao grande aporte de calorias e baixa quantidade de atividades físicas. O erro alimentar e o sedentarismo são responsáveis por grande parte dos casos de obesidade na infância e adolescência
  • Doenças: apesar de não serem a causa mais comum de obesidade, existem algumas doenças que podem desencadeá-la, como doenças endocrinológicas ou síndromes genéticas.

A obesidade na adolescência pode e precisa ser tratada enquanto doença clínica. Faz necessário acompanhamento médico, dietas aliadas a prática de exercícios físicos, mas também, é muito importante que seja acompanhada psicologicamente, para que o adolescente consiga transpor os possíveis problemas emocionais desenvolvidos com a doença.

Fonte: https://goo.gl/SJKsPD

Gostou? Leia nossos últimos posts

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Palestra no XII Sul Gastro 2018

Como manter a alimentação saudável nas festas de final de ano!

Todo mundo sabe que é difícil lidar quando você bate o olho naquele banquete de natal e ano novo. Saiba que não é errado comer tudo, mas sim comer em grandes quantidades. Um pedacinho de frango, combinado com muita salada é sempre bom. E para quem é fã de arroz com uva passa, pode fazer com um arroz integral que fica excelente.banquete-dieta

Pensando nisso, anotei cinco dicas para você manter uma alimentação saudável nas festas de final de ano, vamos lá?

1 – Tenha cuidado com as cervejas, refrigerantes, sucos, caipirinhas, sorvetes e outras bebidas geladas, ambos contêm calorias. Caso você tome muito alguma dessas aí de cima, BEBA ÁGUA. Aposte em duas garrafas de água de 1,5 litro  diariamente. Tomar água melhora a circulação, o sistema renal e elimina as toxinas.

2 – Sua família costuma fazer churrasco? Então atenção! Durante o churrasco sempre rola aqueles petiscos ou aperitivos. Saiba que se você unir pequenas quantidades de carne com uma variedade bem grande salada, você irá aproveitar e se manterá na dieta . Mas nada em excesso, ok?

natal-dieta

3 –  A sua avó trouxe uma tigela gigante de torta de bolacha e você só pensa em comer. Esse macete vai ajudar você a controlar a vontade de comer guloseimas. Antes do almoço ou jantar, tome um iogurte desnatado ou coma sua fruta preferida. Porém, cuidado com os refrigerantes, lembre sempre da primeira dica!

4 – Mas você realmente não consegue se controlar em comer os doces de natal, não é? Então, que tal se prepara antes? Um mês antes capriche bem na salada, evite gorduras e refrigerantes. Então no natal ou ano novo, você pode aproveitar aquele doce ou lentilha deliciosa.

5 – A última dica é praticar exercícios físicos regularmente são a melhor forma de gastar energia e queimar os quilinhos extras. Mesmo no calor, aposte em atividades moderadas e em horários mais frescos para se exercitar. O suor excessivo faz com que o corpo perca mais água em menos tempo. Então, não esqueça de hidratar o corpo bebendo muita água. Para quem pretende experimentar os docinhos da ceia, invista na malhação e aproveite a festa sem culpa.

Então, tudo pronto para o natal? Não esqueça de ler nossos últimos posts:

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil

Palestra no XII Sul Gastro 2018

Descubra como brincadeiras podem ajudar a combater a obesidade infantil


1.11

O número é da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), em parceria com o Ministério da Saúde. Muitos fatores podem acarretar no ganho de peso, mas os maiores vilões são a dieta desbalanceada e a falta de exercícios físicos.

Estudo internacional publicado na revista PLoS One em 2013 mostrou que assistir à tevê de uma a três horas por dia pode aumentar o risco de obesidade em crianças e adolescentes entre 10% e 27%. A recomendação atual da Academia Americana de Pediatras é que o tempo seja limitado a uma hora diária para meninos e meninas entre 2 e 5 anos.

Para incentivar a prática de atividades, os pais vão, em primeiro lugar, ter que dar bom exemplo para os pequenos. A alimentação da família como um todo deve ser revista. E a prática de atividades, que aumentam o gasto calórico e trazem inúmeros benefícios para a saúde, devem entrar na rotina.

“Para combater a obesidade infantil é importante que a família tenha uma alimentação saudável e balanceada, além de estimular as atividades físicas. Limitar o uso de jogos eletrônicos e celulares, procurando opções de lazer mais ativos e com mais movimento”, afirma a professora de educação física da Secretaria de Educação do Distrito Federal, Isabelle Guirelli.  

Algumas dicas simples podem fazer com que o seu filho mexa o esqueleto e gaste aquela energia que toda criança tem de sobra. Faça com que ele caminhe ao máximo. Caminhadas, em ritmo acelerado, ajudam a queimar calorias.

Não leve a mochila para ele, deixe que empurre o carrinho até a porta da sala de aula. Além de dar mais autonomia para a criança, isso também ajudará no gasto calórico. Sempre tendo cuidado com o peso extra nas costas dos meninos e meninas, que podem causar problemas na coluna.

Resgate as atividades ao ar livre. Tire a criança da frente da tela e vá com ela a um parque, a um gramado. Brinque na rua, suba em árvores, estimule ela a andar de bicicleta e a jogar bola. São tantas opções baratas e divertidas que seu filho irá amar. Tem jogos com bola, esconde-esconde, pique bandeira, pula-corda, totó, ping-pong.

A atividade física não deve ser considerada apenas como práticas esportivas. Os exercícios também não devem ser exaustivos. A ideia é que a criança encare essas atividades como um momento de lazer, confraternização com amigos e de alegria.

“O ideal é que a criança escolha a atividade física de sua preferência. Os pais devem respeitar os interesses dela para que haja motivação”, afirma a professora.  

Outra boa opção é apostar nos esportes coletivos. Eles desenvolvem, além das capacidades físicas e habilidades motoras, a socialização. “Nesses momentos a criança vivencia situações de jogo, como as vitórias e derrotas, por exemplo, que são fundamentais para a formação da sua personalidade”, explica Guirelli

O excesso de peso pode causar diabetes, pressão arterial alta e níveis elevados de colesterol. Por isso, é importante que a criança tenha uma alimentação saudável, evitando produtos processados, e esteja sempre em movimento.

obesidade_infantil

Fonte: https://goo.gl/fCB6D6